O rapaz que nunca diz palavrões

Nunca na vida tinha visto um insulto ser tão bem tratado. A revista Sábado tratou assim, com assinatura de Sónia Duarte Bento, o meu livrinho vermelho:

sábado

O meu livrinho, que é de me envergonhar a mim, como envergonharia Vénus, Afrodite, talvez mesmo Sade, o divino Marquês, tem esta capa e há dois dias que está nas livrarias portuguesas. Agora, é com os leitores. O que eu gostaria de o ver nas vossas mãos.

INsultos