Escrever é Triste, segundo Ricardo

EET

A RTP1 arriscou e invadiu o Novo Mundo Digital. O velho Escrever é Triste foi um dos recônditos recantos que o criador e realizador dessa série, o Ricardo Espírito Santo, foi descobrir num dos buracos negros dessa galáxia.

O que o Ricardo fez é um milagre: refez o tom de um blog que era só de escrita, filmando, enquadrando, montando, com uma estética de luz doce onde vão habitar a Eugénia de Vasconcellos e o seu cão, o Pedro Norton e o seu rapaz de veludo.

E, depois, no final de uma viagem de que o Ricardo consegue fazer uma história, há um jantar. É o mais bonito e fraterno jantar que já se viu na televisão portuguesa. o Ricardo inventou uma maneira de filmar o impossível, o espírito de um blog de escrita lúdica. E minto, nem era um blog, era um sítio que criou um bando fraterno.

Deixo ficar aqui uma ligação para a RTP Play, avisando que o episódio passou ontem, 3.ª, feira, dia 28, à noite, na RTP1. Obrigado, Ricardo

https://www.rtp.pt/play/p6756/e452717/novo-mundo-digital/800279

 

2 thoughts on “Escrever é Triste, segundo Ricardo”

  1. Justa homenagem ao escrever é triste. E foi bom rever o grupo, humanizá-lo na memória e saber de alguns as motivações para a escrita. De viva voz. Em corpo de alma grande. Digo eu que só assisti a parte do último acto e ao fechar do pano.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.