Três museus

Cunhal
Cunhal tal como a polícia de Salazar o fotografou

Bica Curta servida no CM, 5.ª feira, dia 12 de Setembro

Para tomar a bica curta com o passado e saber quem somos, precisamos de três museus. No Museu dos Descobrimentos veremos como abrimos o mundo à glória da primeira globalização, glória que teve, é certo, o seu cortejo de Adamastores. No Museu Salazar veríamos o chefe de 40 anos da ditadura que nos reverteu a um casulo de mesquinha vigilância pidesca e criou um país proteccionista atrasado e anti-capitalista. No Museu Cunhal estaria o heróico combatente da ditadura, que no olho de Salazar viu o doloroso cisco da PIDE, mas no olho da sua URSS não viu a trágica viga dos campos de concentração. Três museus. Têm é de ser museus.

2 thoughts on “Três museus”

  1. Será que nunca viu?! Um homem tão inteligente, que desenhava tão bem como escrevia (havia mais poesia nos desenhos), não veria – mesmo – essa monstruosidade?! Há coisas nos comunistas que nunca entenderei.
    E como era lindo esse jovem comunista

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.