A “luta”? Qual “luta”?

lottacontinua

Bica Curta servida no CM, 3.ª feira, dia 26 de Novembro

Há dias em que se toma a bica com amargura. Cercam-nos sombras e medos e temos uma gigantesca vontade de partir tudo para que, tudo partindo, o mundo mude.

Há uma mitologia da “luta”: a ideia de que as grandes “lutas” mudam o mundo. Mudam mesmo? Ou será que o caminho de mudança e melhoria da humanidade se fez, não pela “luta”, mas pela “construção”? Sem o desenvolvimento científico, técnico, filosófico e artístico nunca teríamos feito a magnífica caminhada que nos trouxe a menos fome, menos mortalidade infantil, ao antibiótico e à literacia. A “luta” dá muito nas vistas, mas se virmos bem é apenas um parasita da “construção”.