Jean Seberg

Jean

Escrevi esta carta a Jean Seberg. Há quase onze anos que estou à espera de resposta. Vieram bater-me à porta dizendo que ela me tinha mandado um filme. Fui a correr. Tropecei, arrastei-me pelo asfalto, mas entrei na cheia sala de cinema. Vi, frame a frame, o filme e vi bem que não era dela. Nem era ela.

Estão fechados os correios do céu, é o que é. No paraíso como neste purgatório que é a terra.

2 thoughts on “Jean Seberg”

  1. O cinema é, sem qualquer dúvida, a melhor fabrica de deusas.

    Tantas que merecem cartas – e poemas – de amor (o Manuel deve ter escrito umas quantas a estas “malvadas deusas”)…

    E a Jean Seberg tem mesmo qualquer coisa de especial… é muito mais que uma menina com cabelo à rapazinho e um corpo esguio.

    Like

Leave a Reply to Luís Eme Cancel reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.