Trair a raça

portugueses

Bica Curta servida no CM, 5.ª feira, dia 18 de Julho

A racialização das relações sociais é perigosa. É o que está a acontecer no actual PREC, Polémica Racial em Curso. Brancos e negros precisam de um traço de identidade para serem uma comunidade. Tem de nos unir um projecto de futuro comum. O apelo multiculturalista a uma identidade primária, rácica, leva ao fechamento em clã, um passo para um fundamentalismo que converte quem não tem a mesma pele num inimigo a odiar. E, a seguir, inimigos serão também os que ousem pensar diferente, traidores da sua raça. Brancos e negros.

Para bebermos a bica curta juntos e construir um futuro comum temos de fintar a ratoeira do multiculturalismo.

2 thoughts on “Trair a raça”

  1. Raças, mas também religiões, tribos, etnias, etc etc.
    A entrevista ao grande António, hoje, no Público, e toda a patetice que grassa em torno de um cartoon. E, perdoa-me Manuel, o futebol como mau exemplo disso que dizes em que, se se é de outro clube, estala a discussão e a estalada por causa dum fundamentalismo [tá bem tá bem, já sei o que vais dizer! :)].
    Congreguemos, olhemos o outro, qualquer outro, como se nos víssemos ao espelho e bebamos todos uns copos à mesa da esplanada.
    Abraço, caríssimo! Encontamo-nos na esplanada.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.