O vil metal

chagall

Bica Curta tal qual a bebi no CM, 4ª feira, dia 17 de Abril

Se queremos dar beijos, o melhor é dar beijos à realidade. Aprenda-se com os artistas : bebem a bica, cantam a revolução e desprezam o dinheiro. Mas Chagall, grande pintor do século XX, quando veio a revolução russa deu-se mal e fugiu. Em França, já De Gaulle no poder, o ministro Malraux convidou-o a pintar o tecto da Ópera de Paris. Quanto custaria, perguntou. Chagall fez-se humilde e foi todo ora essa, é uma honra servir a França, não é nada. Malraux virou-se para a mulher do pintor, que fosse ela a dar o preço. Nas suas costas, pelo espelho, vê Chagall a fazer sinais com as mãos: vinte mil. Sem dinheiro nunca houve palhaços.

2 thoughts on “O vil metal”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.