Onze mil vergas

_les_onze_mille_verges

Bica Curta bebida no CM, no passado dia 28 de Março

Jogar Dyego de Sousa na selecção deixa enxofrados os puristas do patriotismo, que logo gritam “vai para a tua terra” a quem tenha sotaque ou uma corzinha.

Uma glória das letras francesas foi Guillaume Apollinaire. Mãe polaca, pai italiano, nascido em Roma. Adoptou a França que, primeiro, lhe recusou naturalização. Apollinaire bateu-se na I Guerra e deram-lha a nacionalidade dias antes de ser ferido na cabeça, em combate. Morreu por uma pátria que foi sua só 32 meses. Isto sim, é patriotismo. Tomo a bica a ler “Onze Mil Vergas”, obra erótica dele. Aconselho-a aos patrioteiros. Senão as onze mil vergas, vá lá, levem ao menos uma.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.