Falsa moneda

Esqueçam-se de géneros (o que é flamenco, o que é jazz ou bolero), esqueçam-se do raio da geração a que cada um de nós pertence. É tudo ou quase tudo falsa moneda. Esta, moeda de Concha Buika, não é falsa e paga muito bem.
Cuando se marchaba, no intentó ni verla
Ni lanzó un quejio, ni le dijo adiós
Entornó la puerta y, pa’ no llamarla
Se clavó las uñas
Se clavó las uñas, en el corazón