António Lobo Antunes reencontra José Cardoso Pires

lobo antunes

Não sei se as portas de La Pléiade são, na literatura, as portas do céu. É o que vou perguntar a António Lobo Antunes amanhã, quando ele vier apresentar um livro que a Guerra e Paz acabou de publicar. Sei bem que as portas da Bibliothèque de la Pléiade são as portas da mais prestigiada colecção da literatura mundial. Só um número restrito de autores as pode franquear – por roçarem ombros, segundo a editora Gallimard, com a genialidade. 

Bastaria sabermos isto para amanhã invadirmos a sala a que António Lobo Antunes vem apresentar um livro que a Guerra e Paz editou. Mas os deuses, quando estão para aí virados, gostam de cumular de bençãos os seus heróis e António Lobo Antunes, há poucos dias, no México, ao entrar num anfiteatro pejado de estudantes os encontrou a todos envergando t-shirts com o seu nome, num daqueles momentos de pura alegria que não costumamos associar à literatura.

Bastaria sabermos também isto para que não se coubesse na sala do Palácio Galveias amanhã, às 18:00, quando António Lobo Antunes começar a falar. E, não obstante, há uma razão ainda maior do que a glória e a aclamação para nos juntarmos todos, às 18:00, amanhã, 2ª feira, dia 10 de Dezembro, no Palácio Galveias,

Maior do que a glória, maior do que a ovação da multidão é a amizade. E às 18:00 de 2ª feira, dia 10 de Dezembro, António Lobo Antunes vai reencontrar, num livro, o seu amigo, o amigo a que chama irmão, cujo nome é José Cardoso Pires. Em público é a primeira vez que voltam a aparecer juntos, depois de, levado para portas de outros céus, Cardoso Pires se ter despedido. 

O livro chama-se José Cardoso Pires e o Leitor Desassossegado. Escreveu-o o meu autor Marco Neves. Tem apresentação da professora Maria Fernanda de Abreu, que tão bem conhece a obra do autor de O Delfim. Mas nenhum deles se importa que eu diga que, mais do que a apresentação de um livro, vamos assistir ao momento íntimo, infinitamente gentil, que é o reencontro de dois amigos, António e José, cada um senhor das suas portas do céu. Que se abrem assim, para nós: até amanhã para ouvirmos o que António há-de, num murmúrio, dizer ao ouvido de José.

  

1 thought on “António Lobo Antunes reencontra José Cardoso Pires”

  1. Por lá o estive a ouvir, primeiro num pianíssimo inaudível, depois compondo a voz e a sala compondo a atenção ao rosário de memórias, que muitas delas eu já conhecia mas que nos faz lembrar que a amizade é uma coisa muito bonita!
    Abraço

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.