Feira no Parque: três sugestões

Três sugestões para a Feira do Livro

Mesmo que comece por ir à praia – este calor de Setembro está a pedi-las! – não deixe, depois, de vir à Feira do Livro, no Parque Eduardo VII, e de se encostar ao stand A 50 e 52, o pavilhão da Guerra e Paz. Tem umas 300 razões para nos visitar e levar consigo um dos livros da sua vida. Os Maias? Temos. A Madame Bovary? Temos. O Lord Jim? Temos! 

Mas deixe-me fazer-lhe três sugestões. Olhe, nem que seja só pelo título, leve,para sua leitura deste fim de semana, Nos Sonhos Começam as Responsabilidades. É um livro de Delmore Schwartz, um dos raros segredos da literatura norte-americana, um escritor para pôr ao lado dos Hemingways, Steinbecks ou Belows. Este livro, mal começa, mete-nos numa sala de cinema de Nova Iorque, descobrindo o espantado narrador que na tela estão os seus próprios pais. Talvez sejam os nossos, digo eu…

Outra sugestão é a nossa edição de O Principezinho, de Antoine de Saint Exupéry. Primeiro, por ser diferente de todas as outras que estão no mercado. O texto e os desenhos são os mesmos, claros, mas juntámos-lhe dois grãos que fazem a diferença. Um texto final com desafio aos leitores e um tratamento gráfico dessas 16 páginas que se ligam bem ao original. Dois grãos apenas, um de sal, outro de pimenta, e que diferença.

A terceira sugestão, mete Salazar, o nosso ditador de 40 anos. O livro chama-se O Último Exorcista de Lisboa. Não o último exorcista não é Salazar, qa quem um exorcismo não teria feito mal. O livro é uma monografia biográfica de um padre holandês, padre holandês que foi, nem mais, nem menos do que o último confessor de António Oliveira Salazar. Este livro sobre o padre Gregório Verdonk é um livro cheio de revelações, algumas das quais menos apreciadas, para dizermos assim, pela hierarquia católica. 

E eis o top dos 15 mais vendidos depois do fecho, ontem à noite, 5.ª feira. Imbatível e imperial, o Este Vírus que nos Enlouquece continua em primeiro lugar. A surpresa é que Observação da Gravidade, a estreia poética de André Osório, passou para segundo lugar. O pavilhão de um editor que consegue ter um pequeno livro de poemas, de estreia, no seu top de vendas e em segundo lugar, merece a sua visita. Ficamos à espera.

  1. Bernard-Henry Lévy, ESTE VÍRUS QUE NOS ENLOUQUECE
  2. André Osório, OBSERVAÇÃO DA GRAVIDADE
  3. Adolf Hitler, MEIN KAMPF-A MINHA LUTA
  4. Isaiah Berlin, O OURIÇO E A RAPOSA
  5. Louise May Alcott, MULHERZINHAS
  6. Adolfo Coelho, CONTOS TRADICIONAIS PORTUGUESES
  7. Sun Tzu, A ARTE DA GUERRA
  8. Fernando Venâncio, ASSIM NASCEU UMA LÍNGUA
  9. François-Xavier Fauvelle, ATLAS HISTÓRICO DE ÁFRICA
  10. Herman Melville, MOBY DICK
  11. Jane Austen, ORGULHO E PRECONCEITO
  12. Inês Leitão, O ÚLTIMO EXORCISTA DE LISBOA
  13. Mao-Tsé Tung, O PEQUENO LIVRO VERMELHO
  14. Louise May Alcott, BOAS ESPOSAS
  15. Machado de Assis, DOM CASMURRO

O top dos primeiros 7 dias

Estes são os 15 livros mais vendidos no pavilhão da Guerra e Paz até ontem, 4.ª feira, sete dias completados no reencontro de leitores e livros. Dois filósofos à cabeça, Bernard-Henri Lévy e Isaiah Berlin, e há outro mais abaixo, Sun Tzu. Um poeta, André Osório, Quatro romancistas, Alcott, Melville, Austen e Assis, dois ditadores, Hitler e Mao, uma biógrafa e um historiador, Inês Leitão e François-Xavier Fauvelle, e essa coisa extraordinária de termos dois linguistas no top 15, Fernando Venâncio e Marco Neves. Eis a lista dos mais vendidos no pavilhão A 50 e 52:  

  1. ESTE VÍRUS QUE NOS ENLOUQUECE, Bernard-Henri-Lévy
  2. O OURIÇO E A RAPOSA, Isaiah Berlin
  3. OBSERVAÇÃO DA GRAVIDADE, André Osório
  4. MEIN KAMPF-A MINHA LUTA, Adolf Hitler
  5. CONTOS TRADICIONAIS PORTUGUESES, Vários
  6. MULHERZINHAS, Louisa May Alcott
  7. A ARTE DA GUERRA, Sun Tzu
  8. ATLAS HISTÓRICO DE ÁFRICA, François-Xavier Fauvelle
  9. ASSIM NASCEU UMA LÍNGUA, Fernando Venâncio
  10. MOBY DICK, Herman Melville
  11. O ÚLTIMO EXORCISTA DE LISBOA, Inês Leitão
  12. ORGULHO E PRECONCEITO, Jane Austen
  13. O PEQUENO LIVRO VERMELHO, Mao Tsé-tung
  14. DOM CASMURRO, Machado de Assis
  15. GRAMÁTICA PARA TODOS – O PORTUGUÊS NA PONTA DA LÍNGUA, Marco Neves

Estes livros, ao melhor preço que seguimos na Feira, estão à sua disposição aqui nosso site. Ponho a Guerra e Paz na sua mesinha de cabeceira, primeiro, e na sua melhor estante, depois.

A Guerra & Paz cabe em sua casa

Em Setembro, as ofertas da Guerra e Paz multiplicam-se. Às ofertas da Feira do Livro, que replicamos aqui, no nosso site, mantendo em permanência os descontos dos Livros do Dia e de todas as promoções da Feira, vamos juntar a publicação de dez novos títulos que incluem a edição do Prémio Literário UCCLA, o mais importante prémio para novos autores do espaço da Língua Portuguesa, um livro de Mário Cláudio em diálogo com José Jorge Letria e um livro surpreendente – irreverentíssimo – de Eugénio Lisboa. E ainda, se é para falarmos de controvérsia, de Jonuel Gonçalves, África no Mundo, Livre de Imposturas Identitárias.

São tudo boas razões para nos visitar e levar livros Guerra e Paz para sua casa. Já sabe que comprando livros pode ganhar livros. O Melhor Comprador do Mês – conheça as regras aqui – vai receber os cinco livros da imagem acima, um álbum e Picasso, textos de Eça, Melville, Pessoa e do saudoso Marcos Ana, o homem que o generalíssimo Franco mais tempo manteve preso nos seus nefandos cárceres.

E se não quiser ser só o Melhor Comprador de Setembro, já sabe que pode também ser o Melhor Comprador do Ano e ganhar 50 – são mesmo cinquenta – livros, quase uma inteira biblioteca. O site da Guerra e Paz está à espera dos seus cliques!

Foi um querido mês de Agosto

Já lá vai, em baixo, a virar a esquina da despedida, o quentíssimo mês de Agosto. Ainda nos deixou uma réstia de Verão para Setembro. À Guerra e Paz deixou este top de livros mais vendidos no nosso site:

  1. Este Vírus que Nos Enlouquece
  2. Atlas Histórico de África
  3. A Poupança em Casa
  4. O Alienista
  5. Boas Esposas
  6. Porquê a Europa – reflexões de um Sinólogo
  7. Esperança e Reinvenção – Ideias para o Portugal do Futuro
  8. Dom Casmurro
  9.  O Ouriço e a Raposa
  10. O Pequeno Livro Vermelho

Foram estes, os mais vendidos, com o livro de Bernard-Henry Lévy, Este Vírus que nos Enlouquece à cabeça, e com os nossos livros de ensaio e debate em grande plano, caso de O Ouriço e a Raposa, o Atlas Histórico de África, Esperança e Reinvenção, Ideias para o Portugal do futuro e Porquê a Europa, Reflexões de um Sinólogo. Ou seja, no nosso site, Agosto foi um mês de pensamento, de reflexão e de gosto pela controvérsia. 

O Melhor comprador do mês fez compras no valor de 79,08€ e ganhou, por isso, cinco livros magníficos, que perfazem ou talvez até ultrapassem o valor da compra feita: quem compra livros, merece ganhar livros. Esse nosso leitor autorizou-nos a divulgar o seu nome e localidade onde vive: Miguel Jorge, da Baixa da Banheira, a quem damos os parabéns. Em breve anunciaremos os cinco livros de oferta para o Melhor Comprador de Setembro. Para o Melhor Comprador do Ano há dois candidatos, com valores acima dos 450€ de compras. Lembramos que o vencedor receberá 50 livros a anunciar no final do ano.

Entretanto, na Feira do Livro de Lisboa – e que bela e boa está a ser a Feira para a Guerra e Paz! – hoje, 3.ª feira, dia 1 de Setembro, os Livros do Dia vão ser História de Portugal, Perguntas e Repostas (9,60€) e o Pequeno Livro das Grandes Invenções (9,30€). Em promoção especial teremos, de Gustave Flaubert, a Madame Bovary (9,30€) e Loucuras e Bizarrias de Reis e Rainhas (9,30€).

Já sabe: se não puder vir à Feira, vai Maomé à montanha, ou seja, entra-lhe a feira pela casa dentro. Basta clicar, livro a livro, no nosso site.

Primeiro fim de semana: a melhor Feira da Guerra e Paz

Eis a Guerra e Paz

Já é oficial. De 5.ª a domingo, este foi o melhor arranque de sempre de uma Feira do Livro na Guerra e Paz editores. São estes os 15 livros mais procurados pelos leitores, o nosso top 15.

  1. Este vírus que nos enlouquece
  2. Observação da gravidade
  3. O ouriço e a raposa
  4. Mein Kampf-a minha luta
  5. A arte da guerra
  6. Contos tradicionais portugueses
  7. Atlas histórico de África
  8. Assim nasceu uma língua
  9. O último exorcista de Lisboa
  10. Mulherzinhas
  11. Moby Dick
  12. Orgulho e preconceito
  13. Boas esposas
  14. A segunda vida de Fernando Pessoa
  15. O pequeno livro vermelho

O ensaio de Isaiah Berlin. O Ouriço e a Raposa assaltou o 3.º lugar, ultrapassando o Mein Kampf e O Último Exorcista de Lisboa, de Inês Leitão, contando a vida, a obra e os controversos milagres do padre confessor de Salazar, entrou nos dez mais vendidos. Também o romance de João Céu e Silva chegou aos 15 mais, esgotando ontem o stock . Mas hoje, nos pavilhões A50 e A52 da Guerra e Paz, já chegou o reforço, com novos exemplares.

Hoje, 2.ª feira, os Livros do Dia são o belíssimo Livro de Agustina, de Agustina Bessa Luís (16,50€) e Mulherzinhas, de Louisa May Alcott (8,34€) Em promoção especial estão Fama e Segredo na História de Portugal, de Agustina Bessa-Luís (13,20€) e Boas Esposas, de Louisa May Alcott (8,34€)

Os nossos autores João Céu e Silva, Rute Serra e Inês Leitão. Com eles o ilustrador Vitor Higgs

Primeiro domingo de Feira

E vamos entrar na Feira do Livro de Lisboa, hoje, domingo com estes livros à cabeça dos mais vendidos nos stands A50 e A52 da Guerra e Paz.
Em 1.º lugar ex-aequo estes dois títulos:
OBSERVAÇÃO DA GRAVIDADE, André Osório
ESTE VÍRUS QUE NOS ENLOUQUECE, Bernard Henri Lévy
Depois, de 3.ª a 9.º temos
MEIN KAMPF-A MINHA LUTA, Adolf Hitler
O OURIÇO E A RAPOSA, Isaiah Berlin
CONTOS TRADICIONAIS PORTUGUESES, Vários
A ARTE DA GUERRA, Sun Tzu
ASSIM NASCEU UMA LÍNGUA, Fernando Venâncio
MULHERZINHAS, Louisa May Alcott
ATLAS HISTÓRICO DE ÁFRICA, François.Xavier Fauvelle
E em 10.º, com o mesmo número de exemplares vendidos:
MOBY DICK, Herman Melville
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXES, Padre António Vieira.

É uma lista de que nos orgulhamos. Ter um livro de um juvenilíssimo poeta à cabeça, ensaios controversos e brilhantes como o de Lévy, Venâncio e de Berlin, a edição do Mein Kampf precedida por um estudo crítico do nazismo, clássicos como o de Melville, Vieira e Alcott dão-nos todas as razões para sermos, hoje, uma editora feliz.

E não se esqueça, se não pode, por alguma boa razão, ir à Feira, nós levamos-lhe a Feira a sua casa. Todos os livros do dia e todos os livros em promoção, estão no nosso site, nas mesmas condições, à sua inteira disposição. 

No Porto, não se esqueça, estamos representados na Feira do Livro pela Ibook, com o stand 111. Lá estarão também os nossos autores.

Redescobrir os livros

Os dois primeiros dias da Feira do Livro de Lisboa foram surpreendentes. Melhor, exaltantes. Um público cheio de vontade de se reencontrar com a vidaachou e bem que o melhor caminho era reencontrar-se com o livro, com os autores, com os romances, com a poesia, com o pensamento e o debate vivos.

Vejam, por exemplo, os dez mais vendidos na 5.ª e na 6.ª feira, nos dois stands (A50 e A52) da Guerra e Paz:

1. Observação da Gravidade, André Osório
2. Este Vírus Que nos Enlouquece, Bernard-Henri Lévy
3. Contos Tradicionais Portugueses, vários autores
4. Mein Kampf, Adolf Hitler
5. O Ouriço e a Raposa, Isaiah Berlin
6. Mulherzinhas, Louise May Alcott
7. Moby Dick, Herman Melville
8. Assim Nasceu uma Língua, Fernando Venâncio
9. Lendas de Amor Portuguesas, vários autores
10. Atlas Histórico de África, François-Xavier Fauvelle

Ontem, sábado, assinou autógrafos, o professor Rui Correia, com o seu livro Cá Dentro, o lugar da escola nos nossos miúdos. Hoje, domingo, três autores virão animar as actividades da Guerra e Paz, Rute Serra, autora do romance A Assassina da Roda, baseado num caso verídico, Inês Leitão, que escreveu um intrigante e controverso O Último Exorcista de Lisboa, sobre o confessor de Salazar, e João Céu e Silva, que nos traz A Segunda Vida de Fernando Pessoa, romance-folhetim sobre um poeta que, como todos sabem, nunca existiu.

Dois romances clássicos, magníficos, vão ser os nossos Livros do Dia: Moby Dick, de Herman Melville (18€) e Orgulho e Preconceito, de Jane Austen (10,80).  Em promoção especial estão Uma Família Inglesa, de Júlio Dinis (9,90€) e Boas Esposas, de Louise May Alcott (8,34€).

Um dia perfeito

Soprava uma aragem amena no Parque. Um sol quente de Verão embrulhava as cinco da tarde, na Feira do Livro de Lisboa. Estava agendada uma sessão de lançamento, de um livro de poesia. Previa-se que fosse um lançamento discreto, quase secreto como hoje é quase tudo o que tem que ver com essa primordial arte humana. Mas não, a Observação da Gravidade, de André Osório, encheu o Pavilhão Sul, houve gente a transbordar, a aplaudir com entusiasmo. Nos autógrafos a fila era uma sinuosa serpente e quando a Guerra e Paz deu conta tinha esgotado todo o stock de livros que era suposto durar a feira toda. Um poeta de 21 anos estreou-se e o pequeno livro, esse lírica e consciente Observação da Liberdade encheu de graça e surpresa a Feira do Livro de Lisboa. E hoje já chegaram novos exemplares ao pavilhão A50 e A52, da Guerra e Paz.

Visite-nos. Hoje, sábado, os livros do dia são A Arte da Guerra (7,80€) e o Mein Kampf (15,60€) Em promoção especial estão O Pequeno Livro Vermelho, de Mao Tsé-tung e um maravilhoso romance de Machado de Assis, Dom Casmurro. E temos mais 500 títulos à sua disposição.